Deixe o Tapajós Viver

julho 28, 2016

Há um certo tempo, o governo federal pretende criar uma enorme usina hidrelétrica na bacia do rio Tapajós. E você sabe o que isso poderá ocasionar? Inicialmente, o aumento do desmatamento será iminente. Junto a ele, vem a diminuição da biodiversidade local e a exploração de terras de populações tradicionais e indígenas mais próximas. 

Todos sabemos que o desmatamento vem sendo combatido há anos, junto com a preservação da biodiversidade pelo país. Mais uma vez, o governo tenta intervir. Mas com o início da obra também se inicia a criminalidade; Madeireiras e mineradoras clandestinas, por exemplo, começam também a a se aproveitar do espaço da comunidade local, bem como criam estradas também clandestinas e por aí vai. O "mercado negro" que surge em proveito de situações como essas, só começa.

A questão é: mais uma vez, nossa população indígena está sendo esquecida. Costumamos, como brasileiros, reclamar em demasia dos problemas que a nossa nação enfrenta, mas não damos valor ao que está aqui, rico em cultura, rico em informação e que faz parte das nossas terras da mesma forma. 

A comunidade dos Mundurukus, por exemplo, é uma comunidade indígena cujo território fica bem à margem do Tapajós e a mesma pode perder seu lar. Quem já leu alguns dos posts antigos do blog sabem bem que me importo com causas assim e mais uma dessas eu não poderia deixar passar batida. Temos de dar valor ao pouco que nos resta, seja por interesse próprio ou seja por pura compaixão. Então, mais uma vez, venho aqui pedir que ajudem a acabar com essa ideia e votem na petição por esse link aqui. Não custa nada e ajuda a salvar a natureza e outras pessoinhas como nós. 

Foto: Reprodução/Greenpeace

0 Comentários:

Postar um comentário

Diga-nos o que achou do post.